A Diretoria eleita  para gerir o Comitê de Bacias Hidrográfica do Rio Piracicaba MG em outubro de 2015 para um período de 2 anos, preocupada com uso dos recursos oriundos da cobrança pelo uso da água na bacia elaborou um Plano de Trabalho para orientar suas ações e evitar da dispersão dos esforços necessários. Esse Plano de Trabalho objetiva:

· Promover o fortalecimento e o reconhecimento social do CBH Piracicaba através de ações de Inclusão, Comunicação e Mobilização;

· Implementar com responsabilidade e parcimônia as ações previstas no Plano de Aplicação Plurianual aprovado pelo Comitê, de forma a promover a melhoria da qualidade e quantidade de água na bacia.

· Aprimorar os instrumentos de Gestão implantados na bacia com foco na situação atual de escassez hídrica

Com a Tragédia Ambiental provocada pela SAMARCO, problemas existentes na Bacia foram elevados de prioridade dentro do rol das ações a serem desenvolvidas, levando o Comitê a oficializar pedido de informações ao IGAM e a FEAM . Segundo informações recebidas na Bacia existem  69 barragens constantes no Banco de Declarações Ambientais da FEAM sendo 46 delas pertencentes a VALE, 03 a SAMARCO e as outras  20 a diversas outras empresas. Em Itabira estão localizadas 18 barragens, 10 em Barão de Cocais, 10 em Mariana, 08 em São Gonçalo do Rio Abaixo, 06 em Rio Piracicaba, 05 em Catas Altas, 05 em Bela Vista de Minas, 02 em Samba Barbara, 02 em Ipatinga, 01 em Ouro Preto, 01 em Nova Era e 01 em Antonio Dias.

A Diretoria do Comitê estuda ações que possam contribuir para  aumentar a segurança ambiental da bacia, lembrando que  se entende como Meio Ambiente todo ecossistema incluindo ai a população e seus aglomerados urbanos.

Nesta linha de atuação encaminhou ao IEF – Instituto Estadual de Florestas  oficio  solicitando a proibição da Pesca em toda a Bacia visando a proteção da Ictiofauna na bacia e contribuindo dessa  forma  para o futuro repovoamento do Rio Doce. Estamos aguardando  uma resposta deste órgão ambiental, responsável pela fauna estadual.

A implementação do Plano de Aplicação Plurianual dos Recursos da Cobrança esta paralisada. O Governo Estadual contingenciou os recursos arrecadados e não tem feito a transferência destes para a Agencia de Águas da Bacia. Também esta pendente a renovação do Contrato de Gestão a ser assinado pelos Governos Estadual e Federal com a   entidade equiparada a  Agencia de Águas da Bacia pelo período previsto inviabilizando sua atuação. A situação é preocupante.

A racionalização dos recursos para a manutenção do Comitê foi outro foco de atuação da Diretoria, que devolveu equipamentos obsoletos, cortou despesas  com viagens e diárias, cancelou a participação em eventos desnecessários. Desta forma  conseguimos uma redução significativa nos custos de manutenção do Comitê.

O CBH PIRACICABA- MG PRESTA CONTAS

Data: 15 / 02 / 2016.

Reunião da Diretoria do Comitê do Rio Piracicaba MG .

 Diretoria do CBH Piracicaba MG  eleita para  o biênio 2016 / 2017 .