O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992 com objetivo principal de criar um momento de reflexão, análise, conscientização e elaboração de medidas práticas para resolver os problemas que agridem esta preciosa dádiva da natureza. Neste mesmo dia, a ONU também divulgou um importante documento: a “Declaração Universal dos Direitos da Água” apresentando uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.

A Fundação Relictos, desde sua  fundação, buscando colaborar para a consecução destes objetivos comuns realiza várias ações em Ipatinga e região, destacamos nesse ano:

· Participação nos Comitês de Bacia dos rios Piracicaba e Doce, atuando para  tenhamos  nas Bacias água em Quantidade e Qualidade através da alocação dos recursos oriundos  da cobrança pelo uso da água na  implantação de Programas e Projetos constantes e priorizados no Plano Integrado de Recurso Hídricos da Bacia do Rio Doce e de seus Afluentes.

· Participação da organização e reformulação da Caravana das Águas efetuada por nossa associada Ana Flávia Loures Silva que contou com a participação de outras entidades do Vale do Aço. Durante o evento foi realizada oficina ambiental na Ponte Perdida sobre o Rio Doce, com a apresentação da “Carta ao Rio Doce ” pela nossa colaboradora Marli Ribeiro Gomes Pereira. A Programação da caravana contou com Oficinas de plantio, de turbidez da água do Rio Doce, de Pescaria, Salve os Peixes e as Dinâmicas o jogo da Água e a Dança das águas.

Desta forma  a Fundação Relictos continua sua luta de 25 anos pela preservação do meio ambiente, em especial os recursos hídricos, essencial para  a manutenção da biodiversidade no planeta.

 

Fundação Relictos comemora o Dia da Água.

Data: 24 / 03 / 2016.

Oficina ambiental na Ponte Perdida sobre o Rio Doce

Apresentação da “Carta ao Rio Doce ” pela nossa colaboradora Marli Ribeiro