O período de estiagem de 2016, que segundo especialistas foi agravado pelo efeito El Niño, provocou impactos a vida de  varias comunidades, mas agora chega ao  fim dando lugar ao período de chuvas.

No período de estiagem em nossa região ocorreram vários eventos críticos, dentre eles destacamos o do Ribeirão do Boi, curso d’água que abastece o distrito de Revés do Belém no município de Bom Jesus do Galho que,  secou por completo desde o inicio do ano. Moradores mais antigos da região afirmam que nunca viram seca tão intensa. A sequência do histórico de chuva cada vez menos intensa, foi agravada pela captação de água, sem controle, para a irrigação de plantações de milho, quiabo, jiló e outras hortaliças, além de intensa atividade de pecuária de leite e de corte, todas, demandantes de grande quantidade de água. 

Agora com inicio da temporada de chuvas  começaram a ocorrer relatos de inundações, desabamentos e tragédias em toda a bacia do Rio Doce, como    em Nicolândia distrito de Resplendor  que foi atingido por uma tromba d'água em  novembro. Além das 04 vítimas fatais, a enxurrada danificou 73 casas, deixando 152 pessoas desalojadas; e destruiu completamente outras 42 casas, resultando em 127 pessoas desabrigadas e a interrupção do abastecimento de água.        

Analisando o Boletim do Sistema  de Alerta Hidrológico da Bacia do Rio Doce uma parceria ANA/CPRM  do dia 09/12/2016  que registra  os dados de monitoramento dos cursos d’água em 11 estações fluviometricas, verificamos que na estação de Nova Era as 14 horas do dia 08/12 a indicação de um  nível do rio Piracicaba de 116, vinte e quatro horas depois dia 09/12 no mesmo horário o nível tinha caído para 87. Constata-se que a água proveniente das precipitações não está infiltrando como devia no solo e desta  forma não esta recarregando nossos lençóis subterrâneos.

Como solucionar a difícil equação ambiental de Precipitações cada vez mais irregulares com a diminuição de sua quantidade, a insuficiente infiltração no solo e sua acumulação  nos lençóis freáticos? Só existe uma solução a nossa Mudança de Mentalidade, começando  já as ações de reabilitação de áreas florestadas de topo de morros , matas ciliares, áreas de declividade acentuada, a recuperação das pastagens degradadas e construção de estruturas que possibilitem a infiltração das águas pluviais, controlem a erosão e o assoreamento de  nascentes e cursos d’água criando propriedades rurais ambientalmente responsáveis verdadeiramente produtoras de água.

Só desta forma conseguiremos manter  nossos cursos d’água com fluxo constante e de  boa   qualidade  levando vida  a toda a Bacia do rio Doce.

O El Niño

El Niño é um evento climático natural que ocorre no Oceano Pacífico, podendo ser definido como um aquecimento anormal das suas águas, seguido pelo enfraquecimento dos ventos alísios. Tais alterações modificam o sistema climático de distribuição das chuvas e de calor em diversas regiões do planeta.

Seu nome remete ao menino Jesus, pois sua descoberta está associada às observações de pescadores e marinheiros peruanos, que notaram o aquecimento das águas do mar e a consequente redução da quantidade de peixes na época do Natal.  O fenômeno altera a distribuição de calor e umidade em diversas localidades. No litoral da América do Sul e da América do Norte ocorre um aumento das temperaturas e, especialmente nos meses de verão, há também um aumento das chuvas e enchentes.

 

Termina a Estiagem Começam as Inundações

Data: 14 / 12 / 2016.

Destruição e  morte  em Nicolândia  distrito de Resplendo MG.

O Ribeirão do Boi  secou  no inicio de  2016