O Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH Doce renovou seus membros  e  elegeu nova  diretoria para o mandato 2017/2021. A Chapa Revitalização do CBH Doce, vencedora da  eleição, foi  formada através da escolha livre e consensual dos diversos setores que compõem a Bacia com base na participação, interesse e conhecimento sobre gestão de recursos hídricos. Seus componentes representam comitês de bacias afluentes de Minas Gerais e Espírito Santo. A chapa  vencedora é  composta pelos  seguintes  membros:

Presidente: Luciane Teixeira Martins

Instituição: Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Doce - ARDOCE

Seguimento: Sociedade Civil / MG             

 

1º Vice-presidente: Flamínio Guerra Guimarães

Instituição: Prefeitura Municipal de Nova Era

Segmento: Poder Público / MG

 

2º Vice-presidente: Dolores Fátima Colle

Instituição Prefeitura Municipal de Sooretama

Segmento: Poder Público / ES

 

Secretário: João Lages Neto

Instituição: FIBRIA

Segmento: Usuários / ES

 

Secretário – adjunto: Hernani Ciro Santana

Instituição: Fundação Percival Farquhar - UNIVALE

Segmento: Sociedade Civil / MG

 

2º Secretário-adjunto: Rander Abrão Tostes

Instituição: Cemig Geração e Transmissão S. A.

Segmento: Usuários / MG

 

A chapa propôs realizar com o apoio dos demais membros do comitê uma mudança significativa na gestão do comitê, para que dessa forma sua gestão poder contribuir para a evolução e melhoria do sistema de gerenciamento dos recursos hídricos da bacia e tornando-o merecedor do respeito e reconhecimento dos demais órgãos, entidades e comitês que compõem o sistema nacional de recursos hídricos.

Os principais objetivos para o mandato propostos pela Chapa Revitalização do CBH Doce foram:

- Promover a transparência, eficiência e eficácia na aplicação dos recursos oriundos da cobrança pelo uso da água na bacia.

- Promover o fortalecimento e o reconhecimento social do CBH Doce através de ações de Inclusão, Comunicação e Mobilização;

- Implementar com responsabilidade e parcimônia as ações previstas no Plano de Aplicação Plurianual aprovado pelo Comitê, de forma a promover a melhoria da qualidade e quantidade de água na bacia.

- Aprimorar os instrumentos de gestão implantados na bacia com foco na situação atual de escassez hídrica e de degradação ambiental da bacia.

Para a realização  desses compromissos, serão realizadas as seguintes principais  ações durante o mandato da diretoria eleita:

- Implementação e acompanhamento das ações previstas no Plano de Aplicação Plurianual - PAP;

- Capacitação e fortalecimento dos membros do comitê e das suas Câmaras Técnicas;

- Articulação com os demais Comitês afluentes da bacia do Doce para desenvolvimento de ações conjuntas em prol da recuperação e melhoria da qualidade ambiental da bacia;

- Aprimoramento dos mecanismos de Cobrança pelo Uso da Água e atualização do Cadastro de Usuários da Bacia;

- Atualização do Plano Integrado de Recursos Hídricos da Bacia do Rio Doce/PIRH, com foco em ações objetivas e exequíveis considerando a mudança de cenário provocada pelo rompimento da barragem de rejeitos da Samarco;

- Elaboração do Plano de Emergência para o Gerenciamento da Escassez Hídrica da Bacia;

- Definição e fortalecimento dos fluxos de decisão do CBH Doce;

- Aprimoramento dos processos de acompanhamento do Contrato de Gestão;

- Incentivar um maior alinhamento entre os diversos representantes  indicados pelo CBH DOCE para representá-lo nos diversos conselhos,  comitês e fóruns.

 

O Comitê de Bacia Hidrográfica do Rio Doce elege Diretoria

03/11/2017